Visitem tambem estes meus blogs..e agora uma nova novidade...o meu novo site...obrigado pela visita!
Quinta-feira, 30 de Novembro de 2006
Quem presumir, Senhora, de louvar-vos

 

Quem presumir, Senhora, de louvar-vos
Com humano saber, e não divino,
Ficará de tamanha culpa dino
Quamanha ficais sendo em contemplar-vos.

Não pretenda ninguém de louvor dar-vos,
Por mais que raro seja, e peregrino:
Que vossa fermosura eu imagino
Que Deus a ele só quis comparar-vos.

Ditosa esta alma vossa, que quisestes
Em posse pôr de prenda tão subida,
Como, Senhora, foi a que me destes.

Melhor a guardarei que a própria vida;
Que, pois mercê tamanha me fizestes,
De mim será jamais nunca esquecida.



publicado por SONHADOR sonhador às 08:00
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito

Quarta-feira, 29 de Novembro de 2006
Amor, que o gesto humano na alma escreve

 

 

Vivas faíscas me mostrou um dia,
Donde um puro cristal se derretia
Por entre vivas rosas e alva neve.

A vista, que em si mesma não se atreve,
Por se certificar do que ali via,
Foi convertida em fonte, que fazia
A dor ao sofrimento doce e leve.

Jura Amor que brandura de vontade
Causa o primeiro efeito; o pensamento
Endoudece, se cuida que é verdade.

Olhai como Amor gera, num momento
De lágrimas de honesta piedade,
Lágrimas de imortal contentamento.



publicado por SONHADOR sonhador às 08:00
link do post | comentar | favorito

Terça-feira, 28 de Novembro de 2006
Quando me quer enganar

 

 

 

 

 

 

Quando me quer enganar
A minha bela perjura,
Pera mais me confirmar
O que quer certificar,
Pelos seus olhos mo jura.
Como meu contentamento
Todo se rege por eles,
Imagina o pensamento
Que se faz agravo a eles
Não crer tão grão juramento.

Porém, como em casos tais
Ando já visto e corrente,
Sem outros certos sinais,
Quanto me ela jura mais,
Tanto mais cuido que mente.
Então, vendo-lhe ofender
Uns tais olhos como aqueles,
Deixo-me antes tudo crer,
Só pela não constranger
A jurar falso por eles.



publicado por SONHADOR sonhador às 08:00
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito

Segunda-feira, 27 de Novembro de 2006
No mundo quis o Tempo que se achasse

 

 

No mundo quis o Tempo que se achasse
O bem que por acerto ou sorte vinha;
E, por exprimentar que dita tinha,
Quis que a Fortuna em mim se exprimentasse.

Mas por que meu destino me mostrasse
Que nem ter esperanças me convinha,
Nunca nesta tão longa vida minha
Cousa me deixou ver que desejasse.

Mudando andei costume, terra e estado,
Por ver se se mudava a sorte dura;
A vida pus nas mãos de um leve lenho.

Mas, segundo o que o Céu me tem mostrado,
Já sei que deste meu buscar ventura
Achado tenho já que não a tenho.



publicado por SONHADOR sonhador às 08:00
link do post | comentar | favorito

Domingo, 26 de Novembro de 2006
Mudam-se os tempos, mudam-se as vontades

 

 

 

obrigado a todos pelo dia magnifico passado,pela recepção maravilhosa com que fui tanto eu como a minha esposa recebidos..muito obrigado

sonho

Mudam-se os tempos, mudam-se as vontades,
Muda-se o ser, muda-se a confiança;
Todo o mundo é composto de mudança,
Tomando sempre novas qualidades.

Continuamente vemos novidades,
Diferentes em tudo da esperança;
Do mal ficam as mágoas na lembrança,
E do bem, se algum houve, as saudades.

O tempo cobre o chão de verde manto,
Que já coberto foi de neve fria,
E em mim converte em choro o doce canto.

E, afora este mudar-se cada dia,
Outra mudança faz de mor espanto:
Que não se muda já como soía.



publicado por SONHADOR sonhador às 08:00
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito

Sábado, 25 de Novembro de 2006
Descalça vai para a fonte

 

 

Descalça vai para a fonte
Lianor pela verdura;
Vai fermosa, e não segura.

Leva na cabeça o pote,
O testo nas mãos de prata,
Cinta de fina escarlata,
Sainho de chamelote;
Traz a vasquinha de cote,
Mais branca que a neve pura.
Vai fermosa e não segura.

Descobre a touca a garganta,
Cabelos de ouro entrançado
Fita de cor de encarnado,
Tão linda que o mundo espanta.
Chove nela graça tanta,
Que dá graça à fermosura.
Vai fermosa e não segura.



publicado por SONHADOR sonhador às 08:00
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito

Sexta-feira, 24 de Novembro de 2006
Perdigão perdeu a pena

 

 

 

Perdigão perdeu a pena
Não há mal que lhe não venha.

Perdigão que o pensamento
Subiu a um alto lugar,
Perde a pena do voar,
Ganha a pena do tormento.
Não tem no ar nem no vento
Asas com que se sustenha:
Não há mal que lhe não venha.

Quis voar a u~a alta torre,
Mas achou-se desasado;
E, vendo-se depenado,
De puro penado morre.
Se a queixumes se socorre,
Lança no fogo mais lenha:
Não há mal que lhe não venha.



publicado por SONHADOR sonhador às 08:00
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito

cidade aonde eu vivo/
Get Your Own! | View Slideshow
Várias vezes tenho afirmado - e convicto e comprovadamente o faço - que a minha cidade tem por hábito trilhar percursos inovadores. Daí que, o concelho a cuja Câmara Municipal seja cada vez mais atractivo para viver, para trabalhar e para estudar. Acessibilidades invejáveis, habitações de indiscutível qualidade, zonas industriais de topo, espaços verdes que se multiplicam e excelente parque escolar a nível do Ensino Básico são alguns dos motivos que tornam a cidade apetecível e cada vez mais procurada. Também não esquecemos os novos caminhos da informação. A melhoria introduzida no blog deve ser entendida como mais uma forma de apoio aos que habitam na cidade, e como um auxílio aos muitos que nos VISITEM..
mais sobre mim
mais comentados
114 comentários
48 comentários
31 comentários
30 comentários
28 comentários
26 comentários
26 comentários
Janeiro 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
11
12

14
15
16
17
18
19

20
21
22
23
24
25
26

27
28
29
30
31


posts recentes

Fim

Blog 100%

Fuga

Perdão...

Bem longe de ti

Bom ano novo

links
arquivos

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Março 2006

tags

"sintomas da tua ausência "

13 maio

2000 visitas! o blogue volta a estar em

800 202 148.

a amizade

a certeza que o amor tem

a dor

a dor da saudade

A esperança

agora encontrei

amar

amor

amor virtual

anjo

eu amo-te

eu só queria

mais do que palavras

meu amor

quero cometer loucuras

saudade

todas as tags

subscrever feeds